GUIA COMPLETO: COMO MONTAR UM PET SHOP

como-montar-um-pet-shop

 

Montar um pet shop é de longe um dos negócios mais lucrativos da atualidade e muitas pessoas já estão atentas a este mercado. No ramo, não há épocas menos lucrativas, já que os bichinhos precisam de alimentação específica e cuidados durante todo o ano. Mesmo assim, abrir um pet shop não é uma tarefa rápida, tampouco simples.

 

Você, que deseja montar uma empresa deste segmento, deve ter em mente algumas coisas primordiais: a dedicação e o amor por este trabalho são os melhores aliados.

Afinal, para trabalhar com pets, é preciso estar disposto a dar muito carinho e dispensar os mais delicados cuidados. Não há nada mais satisfatório do que conquistar o público pelo bem dedicado aos seus companheiros (de pelos, penas ou escamas). Quer saber como fazer isso? Nós vamos te mostrar como!

 

Crescimento do Mercado de Pet Shop no Brasil

O Brasil é o 2º maior mercado pet do mundo. Aqui, já existem mais de 40 mil estabelecimentos. O negócio cresce aproximadamente 23% ao ano – o que é bastante considerável – e movimenta em média 15 bilhões de reais. E, claro, não é só isso:

A população de pets aumenta na mesma proporção que a população cresce.

Só em 2015, o mercado de Pet movimentou cerca R$ 18 bilhões de reais. Acima da média dos outros anos!

O Brasil possui aproximadamente 120 milhões de pets – incluindo cães, gatos, aves e peixes.

Dos 40 mil estabelecimentos, aproximadamente 34 mil são pequenas e médias empresas. Ou seja, o mercado pet é uma grande oportunidade de empreendimento!

63% das famílias de Classe A e B possuem pelo menos um pet.

De 2012 para 2013 o mercado de serviços para pets cresceu quase 30%. É a área que mais cresce dentro do mercado pet e isso só torna evidente o quanto há espaço para ainda mais investimentos. E por que não o seu?!

 

Como Montar um Plano de Negócios

dicas de como montar um pet shop

 

O Plano de Negócios nada mais é do que a base de toda a administração da empresa. Através do plano, se determinam as diretrizes que deverão ser seguidas no decorrer do processo de desenvolvimento da empresa, se distribui com exatidão os investimentos e se evita o desperdício de tempo e recursos.

Isso quer dizer que, o plano de negócio não só norteia todo o gerenciamento, como também acompanhará os administradores enquanto a empresa estiver em atividade.

O plano de negócios, em uma primeira impressão, pode soar como apenas mais um “diferencial administrativo”. Grande erro. A ferramenta pode indicar até mesmo, se o investimento no negócio é viável.

Pense da seguinte maneira: você consegue viajar para outro país sem planejar a sua viagem? Melhor, sem pesquisar por passagens aéreas, hotéis, roteiro e pontos turísticos? S

e a resposta para esta pergunta for “não”, você já consegue perceber a importância de montar um planejamento para a abertura do seu negócio. Você deve se acostumar a ser um estrategista se quiser tornar o seu negócio um sucesso.

O que deve conter?

Sumário Executivo:

O sumário dá uma visão holística do investimento e, como o próprio nome já diz, lista tópicos abordados dentro do plano de negócio.

Análise de Mercado

Com a análise de mercado, é possível montar um “perfil” do cliente que se vai atingir e, por meio dele, compreender o mercado. Ao analisar o seu mercado, você poderá obter informações para definir preços, promoções, canais de distribuição e conhecer o seu concorrente. Você pode iniciar a análise respondendo às seguintes perguntas:

Sobre o mercado e o meu negócio:

Qual é o meu mercado?
Qual é o meu negócio?
O que irei vender/prestar?
Quais são os pontos fracos do meu negócio?
Quais são as oportunidades?
Quais são as ameaças?
Quais são os diferenciais que irei oferecer?
Quem são as pessoas que estão comprando?
Por que estas pessoas estão comprando?
Quais são os seus hábitos de compra?
Aonde residem?
Como definir seus estilos de vida? São ligados à cultura?
A renda é familiar ou pessoal? De quando é a renda e quais são as fontes?

 

Sobre o negócio dos meus concorrentes:

Qual o seu posicionamento no mercado?
Quais são seus preços?
Como é o seu atendimento?
Quais as principais características do seu negócio?
Que diferenciais oferece?

Plano financeiro

O plano financeiro pode ser considerado a segunda etapa do plano de negócios. Vamos supor que você identificou que o negócio é viável e que há uma grande oportunidade de crescer dentro do segmento. O próximo passo será pesquisar os custos e simular quanto dinheiro destinará para cada área. Neste plano, você deve compreender:

Capital de giro
Investimentos fixos
Investimentos Pré-Operacionais*
Demonstrativo de Resultados (Lucro ou prejuízo da operação).**
Com o demonstrativo financeiro, você comprova se as estratégias definidas anteriormente estão tendo boa performance e se está havendo retorno.

Caso ainda não tenha atingido a meta, você pode mensurar em quanto tempo terá o lucro esperado.

*Despesas com o estabelecimento, treinamento de funcionários, custos com a legitimação da empresa, materiais adicionais, entre outros.

**O demonstrativo de resultados é feito com base nos lucros ou prejuízos das operações.

Plano operacional
O plano operacional define como serão prestados os serviços e vendidos os produtos do Pet Shop. Neste momento do planejamento, são determinados os equipamentos necessários para os serviços, o tempo de execução de cada operação, a capacidade de produção – neste caso, de prestação dos serviços – além de quais serão os cargos do Pet Shop.

Este planejamento serve, principalmente, para que não haja encargos excessivos de funções, delegando a cada colaborador funções pré-definidas. Da mesma maneira que serão definidas as funções, devem ser definidos também os equipamentos para cada serviço.

Cada detalhe do plano operacional é importante e, caso não seja bem executados, podem influenciar diretamente nos resultados em médio e longo prazo.

Plano de Marketing

No planejamento de marketing, o administrador consegue definir como ofertará os produtos e serviços.

Agora que você já definiu quanto irá investir, é hora de escolher os meios de divulgação do seu negócio, a frequência com que será feita e com base no que optou por determinado modelo de divulgação.

Para isso, deverá ser feita uma descrição detalhada de tudo o que o Pet Shop irá oferecer e por que você escolheu aquelas marcas e/ou técnicas de trabalho.

Ex:. “Ofereço Snacks de ossinho recheados, uma novidade no Brasil. Optei por esta marca importada, por que não existe nada igual no segmento e nos outros países há grande procura.”

Você pode usar essa informação para nortear a publicidade da sua marca, criando anúncios específicos para este produto.

O que o plano de negócios define?

Observe o exemplo a seguir:

Natureza do negócio: Pet Shop // Centro que oferece desde atendimento ao pet, até acessórios e alimentos.

O que será vendido (Pet Food, Pet Care, Pet Vet e Pet Serv).

Produtos: Rações, snacks (lanchinhos), medicamentos e acessórios.
Serviços: Banho, tosa, serviços estéticos, hospedagem e outros serviços personalizados.

Investimento inicial: R$ 200.000,00// Incluindo despesas operacionais, aluguel, produtos e gastos adicionais, de acordo com cada negócio.

Local de abertura e condições necessárias: Sala próxima ao centro, em uma via movimentada. O local deve conter 80m² para abrigar a loja, o atendimento, setor administrativo, local para banho e tosa, consultório veterinário, alojamento de pets e depósito de mercadorias, medicamentos e outros materiais.

Equipamentos para Pet Shop: Inicialmente, a pretensão é adquirir secador para cachorros e gatos, banheira para banho e tosa, soprador pet e mesa de tosa. Com a evolução do negócio, o pet shop tem a intensão de adquirir alojamentos móveis e lavatórios em inox.

Funcionários Necessários: Para iniciar o negócio, será necessário apenas um veterinário, um atendente e um tosador. Os outros funcionários serão contratados posteriormente.

Capital de Giro: O capital mínimo mensal deve ser R$ 15 000,00.

Comportamento do consumidor: Meu consumidor possui alto poder de compra. Necessita de serviços semanais e, dependendo da sazonalidade, até diários. Muitos moram próximos ao centro e almoçam na rua.

Pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades do meu negócio:

Forte: O atendimento será personalizado e diferente de todas as outras lojas, com serviço de táxi para os pets.

Fraco: Ainda não foram comprados muitos equipamentos. Os concorrentes disponibilizam mais opções de tratamentos.

Oportunidade: A loja será localizada próxima do centro, onde estão grande parte dos clientes.

Ameaça: Outro pet shop abrirá próximo ao meu estabelecimento.

Concorrência: O concorrente vende produtos de qualidade, mas não tem serviços e nem atendimento personalizado e, ainda assim, têm preços altos. Seu estabelecimento se localiza próximo ao centro, onde há grande tráfego de pessoas. Apesar de a loja se localizar em um ponto favorável, não possui uma fachada atrativa ou algo que facilite a visibilidade.

Com estas questões respondidas pelo plano de negócios, é possível criar diversas estratégias para o seu empreendimento. Destine um tempo para a pesquisa antes de abrir o seu negócio e verá a diferença. Mãos à obra!

 

Procedimentos básicos legais para montar um pet shop

aprenda-como-montar-um-pet-shop-plano-de-negocios

 

1. Registro de marca e nome da empresa
Antes de pensar em qualquer registro, você deve verificar no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) e na Sociedade Simples se o nome que deseja dar ao seu negócio já não foi patenteado. Para simplificar o seu trabalho e não perder tempo, você pode fazer uma lista de possíveis nomes e marcas e consultá-los todos de uma vez.

2. Solicitação de CNPJ pela Receita Federal

3. Solicitação de Inscrição Estadual pela Receita Estadual
4. Matrícula no INSS/Divisão de Matrículas
5. Registro no órgão de Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado

6. Contrato de Responsabilidade Técnica no Conselho Regional de Medicina Veterinária.
7. Consulta Comercial

A consulta deve ser feita junto à Prefeitura e Secretaria Municipal de Urbanismo, para verificar se o local e endereço em que irá funcionar o Pet Shop estão de acordo. O local deverá estar adequado a uma série de requisitos para ser considerado adequado para a utilização. Há alguns casos em que o endereço do estabelecimento é diferente do registrado na prefeitura.

Esta diferença pode causar transtornos no futuro, já que, se o contrato tiver discrepâncias, deverá ser feito novamente.
8. Arquivamento do Contrato Social/Declaração de empresa individual

O registro do contrato social deve ser feito por meio da Junta Comercial ou da Sociedade Simples (Cartório). Na Receita Federal, também são verificados os registros do administrador por meio do CPF.
9. Alvará de Licença e Registro na Secretaria Municipal da Fazenda.

Por meio de uma inspeção no estabelecimento, a Vigilância Sanitária averiguará a adequação e poderá liberar ou não o funcionamento. Se for determinado que o local está dentro de todos os requisitos da Resolução RDC nº 216/MS/ANVISA, o alvará será liberado pela Prefeitura e pela Secretaria Municipal da Fazenda.

Para consultar resoluções e decretos, acesse o site do CFMV.

Escolha do Local e estrutura

Antes de qualquer coisa, procure instalar o seu estabelecimento em locais movimentados, de fácil acesso, sem risco de inundação e com espaço para estacionar. O local, além de ser bem localizado, deve ter espaço suficiente para os equipamentos que você irá adquirir. Por isso é tão importante montar o seu Plano de Negócios.
Como o seu estabelecimento é novo, a escolha do local é um dos fatores que mais influenciarão no conhecimento da sua empresa e na conquista de clientes. Tenha sempre em mente que você precisa ser visto para ser lembrado.

O local deve ter:

Consultório Veterinário
Local para banho e tosa
Alojamentos para animais
Escritório
Loja
Depósito

Importante: Não se esqueça de sempre levar em consideração o trânsito de cães de grande porte, que necessitam de espaço para se locomover sem o risco de se machucar.

Quais funcionários são indispensáveis para montar o seu pet shop?

dicas de como montar seu pet shop- funcionarios

 

Para montar o Pet Shop, são necessários pelo menos 3 funcionários. Enquanto o negócio estiver se desenvolvendo é imprescindível que você, o administrador, esteja presente. Não deixe de comparecer diariamente no estabelecimento até ter certeza de como é o trabalho dos colaboradores.

Inicialmente, você deve contratar:

Veterinário: Segundo a Resolução 1069/2014, tornou-se obrigatória a presença de um veterinário em qualquer estabelecimento que preste atendimento a animais.
Por isso, a primeira contratação do seu Pet Shop deve ser de um bom veterinário. Além de bom profissional, o veterinário tem que ser um bom líder, afinal, todas as atividades do Pet Shop passarão por sua inspeção quando o administrador não estiver.

O que você não pode fazer: Delegar excesso de funções a um veterinário novo no mercado. Por melhor que seja o seu trabalho, ele pode ainda não ter noção da administração de um negócio. Caso contrate este profissional, o acompanhe e dê toda a assistência necessária para que suas funções sejam valorizadas e ele se sinta estimulado a dispor de todo o seu potencial. Caso o veterinário seja você, o proprietário, procure contratar um assistente para auxiliar.
Atendente: O atendente é o responsável pela “cara” do seu negócio. Por isso, escolha uma pessoa que lide bem com o público, saiba vender e, ao mesmo tempo, tenha carinho com os animais. Para fazer uma contratação, tenha como parâmetro principal que o funcionário goste de animais e goste de lidar com o público!

O que você não pode fazer: Contratar um atendente que não tenha bom relacionamento com as pessoas. Ele é o chamariz do seu negócio e, caso não vá bem, seu negócio corre o risco de acompanhar o desempenho. Para fazer uma contratação, tenha como parâmetro principal que o funcionário goste de animais e goste de estar em contato com as pessoas!

Tosador: O requisito principal para um tosador é que tenha um curso de banho e tosa. Segundo a resolução 1069/2014, os Pet Shops tem obrigatoriedade de contratar um tosador instruído, sob pena de perder a licença de funcionamento caso o profissional não seja preparado.

O que você não pode fazer: Contratar um profissional que não tenha domínio da função. Para ser tosador, deve-se estar inteirado de práticas com o pelo e com a pele dos caninos e felinos. Exija certificação dos seus profissionais!

Instrumentos, móveis e equipamentos para o Pet Shop

como montar um pet shop-equipamentos

Equipamentos

Você pode adquirir uma variedade enorme de equipamentos, tudo vai depender de quais serviços desejará oferecer. Mesmo assim, alguns equipamentos para pet shop são essenciais para abrir o negócio. Saiba como usá-los:

• Secador: O secador para Pet Shop não deve ser colocado em alta temperatura, principalmente para secar o pelo de filhotes e de cães e gatos de pequeno porte. Também tenha um grande cuidado com os olhos do pet. Nunca aproxime demais o equipamento, pois cães e gatos possuem olhos extremamente sensíveis!

Soprador: O soprador pet é um “facilitador” para os pelos do pet. Eliminando a maior parte da água do pelo, torna muito mais rápida a secagem. As orientações são as mesmas do secador: nunca aponte e nem aproxime o equipamento dos olhos do pet!

Máquina de Tosa Profissional: Para escolher uma boa máquina de tosa, você deve levar em consideração (principalmente) dois fatores. Verifique se o modelo que quer adquirir não possui bateria recarregável, pois estes tipos de equipamentos demoram a carregar, atrasando o trabalho.

Outro detalhe que deve ser bem observado é a ergonomia e a velocidade do equipamento. Por isso, adquira modelos que sejam confortáveis, não machuquem as mãos e tenham potência. Opte pela qualidade e esqueça o preço, pois um bom serviço chamará mais clientes e compensará o seu investimento!

Lâminas para Máquina de Tosa: Para melhor desempenho da máquina de tosa, adquira também lâminas #10, #4, #7 e #15, com adaptadores.
Não se esqueça de comprar: Material para manutenção das lâminas, como lubrificante, resfriador e desinfetante.Móveis

Alojamentos: Além de preparadas para abrigar animais de pequeno e grande porte, as gaiolas também devem ser confortáveis e resistentes, já que os pets provavelmente arranharão e morderão as estruturas.

Gaiola de Transporte: Se você for prestar serviço de táxi pet, deve adquirir gaiolas de transporte. Estas gaiolas são específicas para transportar pets de pequeno porte.

Mesa de Tosa: A mesa de tosa está entre as coisas mais importantes para se adquirir em um pet shop. Se a mesa não for adequada para o conforto dos pets, é bem provável que se sintam acuados e dificultem o desempenho dos serviços. Estão disponíveis no mercado modelos fixos e móveis.

Os modelos fixos são ideais para pets mais pesados, pois oferecem mais estabilidade. As mesas móveis são ideais para o uso em ambientes em que haja movimentação frequente ou espaço reduzido.

Importante: Opte por mesas em polímero, que são mais fáceis de limpar e mais resistentes à ação do tempo. Confira os modelos da Atacama!

Banheira: É imprescindível que a banheira seja adequada para todos os portes de pets. Os cães de pequeno porte podem ser colocados facilmente na banheira, enquanto os de grande porte devem ser encaminhados para dentro por meio de uma escada.

Não se esqueça de que os pets maiores podem oferecer uma resistência maior ao banho. Por isso, quanto mais recursos para facilitar o trânsito deles, melhor!

Solicite Orçamento de Equipamentos

Instrumentos

Pentes ou Escovas*
Tesouras*
Cortador de Unha
Guia para os pets
Shampoos e sabonetes antialérgicos
Pinça/algodões para limpar ouvido e nariz

*Para cada pelagem, há um instrumento específico. Não se esqueça de consultar o seu fornecedor sobre o melhor instrumento para cada pet e para cada raça!

Como ganhar mercado?

O mercado pet é bastante abrangente no Brasil. Por isso, para se destacar, é preciso oferecer mais do que bons serviços e bons produtos.

Neste caso, você tem que sair na frente pelo seu atendimento, pela maneira como gerencia seu pet shop e pela imagem que passa ao público. Faça contratações que vão além das habilidades profissionais. Muito mais do que isso, aposte em pessoas que sejam aptas a lidar e dedicar carinho aos animais.

Dê atenção à publicidade do seu negócio e procure soluções criativas de divulgação, fuja do famoso “mais do mesmo”.

Invista em estruturas e equipamentos de qualidade. É uma grandeza proporcional: se você quer oferecer qualidade, deve adquirir instrumentos que propiciem isso. E o que você ganha proporcionando os melhores serviços? O sucesso do seu negócio!

E, claro, esteja atento à aceitação dos seus produtos e serviços. De nada adianta montar um grande trabalho e não medir os resultados, certo?! Obtenha opiniões, aceite críticas e as use para aprimorar o seu negócio. Estar disposto a se reinventar constantemente é a chave para o seu sucesso!

Se você apenas pretende abrir um banho e tosa, clique neste link e confira nosso guia completo: Como Montar um Banho e Tosa.

Se ainda houver alguma dúvida, confira este artigo do SEBRAE, ou entre em contato conosco!

Cadastre seu E-mail
Cadastre seu e-mail e receba dicas e produtos para ter um Pet Shop de Sucesso!
Nós odiamos spam. Seu endereço de email não será vendido ou compartilhado com qualquer outra pessoa.

Confita todos os nossos Equipamentos para Pet Shop!

Leia Mais

Deixe um Comentário